Monday, May 08, 2017

«Insólita ofensiva de corrupção»

A exposição "Insólita ofensiva de corrupção" sobre a história da Editora Afrodite está patente na Biblioteca Nacional até 20 de maio. 

Esta exposição na Biblioteca Nacional de Portugal marca a primeira homenagem pública ao editor da Afrodite (se excetuarmos uma sessão de “pré-apresentação” do livro Editor Contra em Maio de 2015, que contou com a presença do autor e de Vitor Silva Tavares).


Para além de uma amostra da bibliografia da editora e de exemplos dos ecos que ela teve na imprensa, pretendeu-se incluir também um grupo de edições de “contexto”, livros que, sobretudo no arranque do projeto, estariam no radar do editor como modelos ou referências (exemplos das edições da Contraponto de Luiz Pacheco, da Minotauro ou da Ulisseia na fase em que Vitor Silva Tavares a dirigiu). Nesse grupo se incluem edições de Jean-Jacques Pauvert, cujo L’Affaire Sade de Maurice Garçon (1957) foi notório modelo na argumentação do advogado de defesa de Ribeiro de Mello no processo à edição da Filosofia na Alcova, Manuel João da Palma Carlos (e modelo também para outra edição referente a outro processo famoso então, o L’Affaire Lolita do editor Maurice Girodias e da sua Olympia Press). O objetivo foi o de tornar claro que os processos à Afrodite, raríssimos no panorama editorial nacional no Estado Novo, se inseriam num contexto internacional de luta de alguns editores em tribunal pela liberdade de expressão e publicação (luta que passava o Canal da Mancha e o Atlântico, para incluir a Penguin de Londres e a Grove Press de Nova Iorque).

Os livros, materiais de imprensa e documentos de arquivo expostos que não pertencem aos fundos da Biblioteca Nacional foram cedidos pelo autor ou são cópias de documentos amavelmente cedidos por Antonina Ribeiro, Francisco Alves e Vitor Silva Tavares para a produção do livro Editor Contra.

Pedro Piedade Marques
Comissário














Friday, March 03, 2017

Exposição na Biblioteca Nacional


Tuesday, August 30, 2016

Ribeiro de Mello tentou publicar Na Cova dos Leões






Em 2010 a Guimarães Editores, em colaboração, com a FNAC, publicou o texto Sodoma Divinizada de Raul Leal, com organização, introdução e cronologia de Aníbal Fernandes.
Esta edição faz parte de um plano de divulgação das obras que Fernando Pessoa lançou com a sua editora Olissipo.
O volume apresenta-se com organização, introdução e cronologia de Aníbal Fernandes, recuperando-se, devidamente revista, a publicada em 1989 na Hiena. Não se trata apenas da reprodução do citado manifesto, mas de toda a contextualização histórica da polémica que opôs o autor, Pessoa e Botto à Liga de Acção de Estudantes de Lisboa.
Na introdução de Aníbal Fernandes, na página 11, ficamos a saber que Fernando Ribeiro de Mello  teve intenções de publicar Na Cova dos Leões, de Tomáz da Fonseca. A edição com selo Afrodite não se chegou a concretizar, por intervenção dos herdeiros do autor, acontecendo somente em 2012, pela Antígona.

Monday, August 08, 2016

Reedição da obra de José Martins Garcia




A editora Companhia das Ilhas está a reeditar a obra de José Martins Garcia, autor açoreano com obras editadas por Fernando Ribeiro de Mello. Foi um dos mais destacados colaboradores da Afrodite, com colaboração na escrita de prefácios, na organização de antologias e na tradução, assumindo numa fase posterior, alguma da importância que Natália Correia tinha tido no início do projeto de Fernando Ribeiro de Mello com a Afrodite.

Com o selo da Afrodite, José Martins Garcia lançou 4 obras, Alecrim, Alecrim aos Molhos, em 1974, Lugar de Massacre  em 1975, A Fome em 1977 e Revolucionários e Querubins em 1977. Também estas quatro obras fazem parte do plano de reedições atuais da Companhia da Ilhas, com a direção de Carlos Alberto Machado e Urbano Bettencourt. A obra de José Martins Garcia será editada até 2020.

Monday, April 18, 2016

Editor Contra na RTP2 - Literatura Aqui

No programa Literatura Aqui, episódio 29, emitido na RTP2 a 5 de abril de 2016, estiveram em destaque a editora Afrodite e Fernando Ribeiro de Mello, por ocasião da recente publicação do livro Editor Contra, de Pedro Piedade Marques. A partir dos  13 minutos e 44 segundos, fala-se do editor que publicou "contra tudo e contra todos", num excerto que inclui, também, declarações de Pedro Piedade Marques.

Literatura Aqui, episódio 29, emitido na RTP2 a 5 de abril de 2016

Frames do Literatura Aqui, a partir de Pedro Piedade Marques.






O livro Editor Contra pode se adquirido aqui.

Sunday, April 10, 2016

Fernando Ribeiro de Mello no programa Prata da Casa da RTP

 

Recentemente colocado no youtube, um excerto do  Programa da RTP, Prata da Casa, de 29 de Junho de 1980, em que Fernando Ribeiro de Mello fez parte do júri. A partir dos 15:39, depois da intervenção de Maria Elisa e da passagem de palavra do apresentador Fialho Gouveia, intervém o editor da Afrodite.

Friday, March 04, 2016

Conferência e exposição na Biblioteca Nacional

No dia 29 de março, no auditório da Biblioteca Nacional, vai realizar-se uma sessão sobre os 50 anos da perseguição censória à editora Afrodite, um caso único durante todo o Estado Novo ao ter os seus seis primeiros livros proibidos consecutivamente no espaço de ano e meio, dois dos quais estariam no centro de outros tantos processos no Tribunal Plenário. 
Esta conferência, da autoria de Pedro Piedade Marques, autor da obra Editor contra: Fernando Ribeiro de Mello e a Afrodite, será, portanto, um percurso pelos livros do «editor contra» Fernando Ribeiro de Mello, durante a última década da Censura em Portugal. Contará ainda com a presença de Aníbal Fernandes, tradutor, antologiador e colaborador da Afrodite, do jornalista João Paulo Guerra e de João Pedro George, autor da biografia de Luiz Pacheco e do ensaio O que é um escritor maldito. No início de 2017, comissariada por Pedro Piedade Marques, a BNP acolherá uma exposição sobre a atividade da editora Afrodite e do seu editor, Fernando Ribeiro de Mello.

Mais informação aqui